sexta-feira, 14 de março de 2008

Continuismo abirobado




Tudo indica que o continuista é espécie em extinção na teledramaturgia brasileira. Novela "Beleza Pura" (TV Globo, aproximadamente sete da noite), o personagem Guilherme, vivido pelo ator Edson Celulari, atende a uma ligação telefônica e pede para os que estão na sala se retirarem, "pois se trata de um assunto particular". Acontece que o aparelho era sem fio, quer dizer, ele podia muito bem ter ido para qualquer outro cômodo do apartamento - por sinal enorme - e nem chamaria a atenção nem atrairia a curiosidade dos demais.
Lily Carvalho

Um comentário:

Lua disse...

E cá entre nós, Lily, o Edson Celulari pode até atuar, mas não é ator.
bjão